É inegável que as redes sociais, desde o seu aparecimento em maior escala (Facebook,
Instagram, Twitter e YouTube), modificaram a forma como vivemos a nossa vida e nos relacionamos uns com os outros. No fundo, ajudaram a que seja mais visível no dia-a-dia a noção de comunidade que nos liga a todos, em que podemos expor um problema e facilmente chegamos a muitas pessoas que, potencialmente, nos podem ajudar. A mesma lógica se aplica ao Crowdfunding, um mecanismo de financiamento que nos últimos anos tem ajudado muitas empresas – maioritariamente start ups – a lançar no mercado os seus produtos, recorrendo aos donativos por parte de quaisquer pessoas ou entidades.
O Kickstarter é a plataforma de Crowdfunding mais reconhecida à escala global e foi através dela que muitas empresas se notabilizaram. As que vamos abordar agora são três das que, segundo a Forbes, maior retorno tiveram, conseguindo angariar vários milhões de dólares.

Exploding Kittens


Quem diria que uma das empresas mais financiadas de sempre tinha um produto deste género. No fundo o jogo Exploding Kittens é simplesmente um jogo de cartas, para jogar em grupo, e que tem como personagens principais gatos que têm poderes muito especiais. Os criadores eram amigos e decidiram fazer este jogo enquanto hobbie de fim-de-semana. Submeteram o projecto no Kickstarter na expectativa de angariar dez mil dólares e receberam… quase nove milhões!

Oculus


A Oculus foi criada por Palmer Luckey e começou verdadeiramente a nascer na garagem de casa dos seus pais, na Califórnia (onde mais poderia ser…?!). Quando recorreu ao financiamento através desta plataforma de crowdfunding, em 2012, rapidamente conseguiu ultrapassar a marca dos duzentos e cinquenta mil dólares. E ainda durante a fase de desenvolvimento do protótipo dos Oculus Rift, uns óculos para poder experienciar conteúdos em realidade virtual, aceitou uma proposta de aquisição por parte do Facebook no valor de dois mil milhões de dólares. Sim, leram bem… dois mil milhões!

Pebble


O caso da Pebble é claramente um dos mais icónicos de sempre do Kickstarter. Não só por ter tido dos projectos mais financiados de sempre na plataforma (ultrapassando os trinta milhões de euros em duas campanhas!!) mas também porque foi uma das marcas pioneiras no segmento dos smartwatches – mesmo antes de outras marcas gigantes como Google e Apple. Se é verdade que hoje em dia se vendem anualmente mais Apple Watches do que relógios suíços, também é verdade que o Kickstarter ajudou e muito a Pebble a tornar-se numa das marcas de referência para o crescimento do segmento de mercado!