Quem diria que em 2020 teríamos mesmo de festejar esta data em casa, sem poder sair à vontade e respirar o ar puro e livre. Mas por outro lado, desengane-se quem ache que neste ano não temos liberdade para celebrar esta página de ouro da nossa história. Porque temos. E de uma maneira especial, que nunca mais nos vamos esquecer.

O dia 25 de Abril de 1974 foi certamente um dos mais marcantes da história de Portugal. E saltando a forma como tudo aconteceu, que toda a gente conhece, aquilo que achamos mais incrível ainda é a maneira como as gerações mais novas – que não existiam na altura em que tudo aconteceu – vivem este momento. O melhor exemplo do sentimento forte que une essas gerações a este pedaço da nossa história aconteceu ontem, em mais um dos directos de Instagram do Bruno Nogueira (ou se preferirem em mais um “Como é que o bicho mexe?!”). Com a passagem da meia-noite, o Bruno chamou para o directo o incrível Vhils e o que se passou de seguida foi simplesmente mágico: este esculpiu durante alguns minutos, numa das paredes de sua casa, a cara de Zeca Afonso, ao som de “Grândola Vila Morena”. O momento, que estava a ser visto por mais de 60 mil pessoas em simultâneo, emocionou o próprio Bruno Nogueira. E nós, a equipa do Pela Fechadura, também estávamos a ver. E também nos emocionámos. Assim como muitos espectadores, que comentavam agradecendo o momento verdadeiramente sensorial e inesquecível.

A ligação entre estas gerações mais novas e este dia tão especial é mesmo impressionante e mostra que a grande maioria ficou mesmo do lado certo da história. Mesmo sem a ter vivido in loco! No fundo, e falando em nome dessas gerações, sabemos perfeitamente que não seríamos nada do que somos sem esta revolução tão única e nossa. Nem poderíamos ter feito metade do que fizemos nas nossas vidas. Não teríamos Liberdade para sermos felizes à nossa maneira.

Capitão Salgueiro Maia, 25 de Abril 1974

Por isso, hoje é dia de festejar! De forma diferente, claro. Com todos os cuidados necessários e sempre que possível, ficando em casa. Mas festejando a Liberdade.

P.S: A RTP e a SIC vão exibir filmes e documentários sobre a data. Recomendamos todos 😊