Desta vez entramos pelo mundo das outras modalidades, mais especificamente do Basquetebol e da mágica NBA, para descrever o mítico Dennis Rodman. E à partida para escrever este texto o maior desafio era só um: o que deixar de fora?! Rodman tem tanto de controverso que é difícil escolher. Mas avançámos confiança para aqueles aspectos que fazem com que, no mundo inteiro (já vão perceber) seja altamente controverso!

OS BULLS

Os episódios que temos devorado de “The Last Dance”, que fala sobre a geração de ouro dos Chicago Bulls encabeçada por Michael Jordan, não teriam a mesma graça se neles não estivesse bem representada a figura que era Dennis Rodman. Na época era um defesa pouco convencional: astuto, agressivo e ao mesmo tempo excêntrico, característica esta que normalmente estava mais reservada (ainda que nada ao nível de Rodman) para os grandes pontuadores. Chegou no ano de 1995 e só viria a sair em 1998, depois de deixar marca em vários sentidos: sendo a sua vida pessoal sempre o aspecto dominante, e que o levou a diferenciar-se sempre dos seus colegas de equipa. Ao ponto de ter mesmo dito:

On the court, me and Michael are pretty calm and we can handle conversation. But as far as our lives go, I think he is moving in one direction and I’m going in the other. I mean, he’s goin’ north, I’m goin’ south. And then you’ve got Scottie Pippen right in the middle. He’s sort of the equator.

E para compreender melhor esta frase acima talvez ajude dizer que o próprio admitiu, durante uma entrevista em 2010, que já tinha estado sexualmente com mais de 2.000 mulheres. Estimando ele que “não mais de 500 eram prostitutas”.

MADONNA E CARMEN ELECTRA

Um dos aspectos mais explorados pela imprensa foi o breve relacionamento que existiu entre Rodman e… Madonna, a raínha da pop. Apesar de esta relação ter acontecido em 1993, foi o próprio Dennis Rodman que, em 2019, lançou o tema novamente para a ribalta, ao anunciar que na altura Madonna lhe terá oferecido 20 milhões de dólares para que este a engravidasse.

Também a actriz Carmen Electra fez parte da vida de Rodman. Na verdade, neste caso chegou mesmo a haver casamento, em novembro de 1998 – que viria a ser alvo de um pedido de anulação apenas nove dias depois. Depois disso ainda se reconciliaram mas em Abril de 1999 acabaram mesmo por se separar. A actriz já confirmou que provavelmente se sentiu atraída por Dennis Rodman por se tratar de um “bad boy”, e ainda que o tempo que viveram juntos foi uma verdadeira aventura:

After the game, the party was on,” Electra said. “It would start with dinner. Then we would go to the strip club, after hours, … I was trying to keep up. I kept up for a long time. I literally felt like one of the boys trying to keep up with Dennis.

O AMIGO DO DITADOR

E como se já não bastasse tudo o resto… Rodman é ainda reconhecido um pouco por todo o mundo por ser amigo pessoal do ditador norte-coreano Kim Jong Un. Ao que parece, este último é um enorme fã de basquetebol e sobretudo do legado “daquela” equipa dos Chicago Bulls. Dennis Rodman parece ter sido o seu jogador preferido desde sempre e isso fez com que houvesse uma aproximação que resultou em amizade. Rodman já viajou diversas vezes para Pyongyang para estar com Kim Jong Un e inclusivamente até já tentou mediar, com sugestões práticas, as relações entre o presidente norte-americano Donald Trump -- de quem também é apoiante confesso -- e o seu amigo norte-coreano.

Muito mais haveria para dizer sobre Dennis Rodman, mas vamos deixar alguns detalhes para verem na série da Netflix, que tem novos episódios semanais a serem lançados até ao dia 18 deste mês.