Bill Gates, Jeff Bezos, Jack Dorsey, Jay-Z e Oprah Winfrey são algumas das celebridades com fortunas avaliadas em mais de mil milhões de dólares que já contribuíram para a luta contra a COVID-19. A lista divulgada pela Forbes contém ainda várias dezenas de outros contribuintes e entre eles está, de forma quase caricata… Donald Trump.

São muitas vezes criticados pelo seu estilo de vida, que em alguns casos chega a ser bastante excêntrico. E até por se considerar que, mesmo tendo capacidade para isso, não ajudam na medida em que podiam/deviam em situações de crise – quer seja ela localizada ou global, como a que vivemos agora por culpa do novo coronavírus. Mas neste caso, muitos deles, deram mesmo o melhor exemplo possível!

A Forbes teve acesso a informações sobre mais de 75 donativos feitos por “bilionários” e quando a vimos… houve várias coisas que nos chamaram à atenção.

DO TOPO ATÉ DONALD TRUMP

O maior donativo até à data terá mesmo sido dado por Jack Dorsey, CEO e co-fundador do Twitter – que terá doado mais de mil milhões de dólares, um valor que é quase comovente e que representa cerca de 20% da sua fortuna pessoal. Bill e Melinda Gates, habituais doadores no que toca a este tipo de causas, terão doado mais de 300 milhões de dólares e no terceiro lugar surge Azim Premji, investidor e filantropo indiano, com uma doação a rondar os 130 milhões. Ainda dentro dos 10 maiores donativos está o de 100 milhões de Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo.

Descendo alguns lugares na lista encontramos as primeiras celebridades do mundo do showbiz: Oprah Winfrey, com um donativo de 10 milhões de dólares e ainda mais abaixo encontramos os de Jay-Z e Kylie Jenner, a rondar o milhão cada um.

Créditos: Shutterstock

Por fim, no último lugar desta lista… está Donald Trump. Segundo a Forbes, o actual presidente dos Estados Unidos da América já doou a quantia de… 100 mil euros. Um donativo equivalente a 0,005% da sua fortuna.