É impossível olhar para a história do cinema e ignorar o já enorme legado do Agente 007, James Bond. E o mais fascinante é que se trata de uma personagem que transcende completamente a ficção, no sentido em que tem funcionado sempre, ao longo dos anos, como padrão para o que imaginamos de um agente secreto. E, mais importante do que isso, até mesmo de um homem charmoso – que tem sempre um relógio especial.

Os filmes, já depois dos livros, têm sido a forma mais eficaz de perpetuar a personagem idealizada por Ian Flemming no início da década de 50. E apesar da evolução dos tempos,  a criação do autor tem sido honrada na sua génese, sendo a presença do relógio parte desse ADN. Já foram muitos – e muito diferentes – os modelos de relógio escolhidos para estar no pulso dos actores que interpretaram a personagem, mas para nós há três que são bem representativos daquilo que James Bond é: tão encantador quanto implacável.

1962 – Casino Royale – Rolex Submariner

É logo no segundo livro que surge mencionado especificamente o relógio que está no pulso de Bond – um Rolex Explorer. E no primeiro filme, em 1962, com Sean Connery no papel principal, a escolha volta a recair pela mesma marca. Este Rolex Submariner é perfeito de tão simples que é e ainda hoje é o modelo mais icónico da marca suiça – que desde sempre significou fiabilidade e resistência, valores fundamentais também do personagem. Não podia mesmo faltar nesta lista!

1974 – Live and Let Die – Hamilton Pulsar LED

Na era dos relógios digitais, também o 007 se rendeu à tecnologia. Interpretado por Roger Moore, o personagem usou um Hamilton Pulsar LED que, apesar de ter um custo irrisório face aos Rolex de anos anteriores, tem um factor de coolness que poucos relógios conseguem ter. Talvez tenha sido precisamente por isso que a Hamilton lançou, já este ano, a reedição deste relógio. Que nós aprovamos totalmente.

1995 – GoldenEye – Omega Seamaster Professional

Créditos: Monochrome Watches

É no filme GoldenEye que começa a parceria entre os produtores dos filmes da saga e a Omega, que veio dar a esta vertente do personagem ainda maior destaque. O relógio que surgiu no pulso do então Bond Pierce Brosnan foi o Omega Seamaster Professional azul – cujo factor WOW é o incrível mostrador com textura ondulada, a simular o mar. É ainda hoje um dos modelos mais vendidos pela marca, e acabou por ser decisivo na mudança de percepção sobre a marca preferida de James Bond. Desde então, no seu pulso está sempre um Omega.

A NOVIDADE EM “NO TIME TO DIE”

Deste novo filme da saga, com estreia inicialmente prevista para Abril deste ano (entretanto adiada para Novembro), fará parte uma nova edição especial e numerada do Omega Seamaster Professional: com caixa e bracelete em titânio e um mostrador com claras inspirações vintage e militares. Uma versão ultra-leve de um relógio robusto e perfeito para todas as aventuras do dia-a-dia. Por tudo isto, podemos mesmo concluir que foi feito à medida das características de Daniel Craig e do legado de Bond…

James Bond.