Créditos: Christopher Sturman

Neste episódio rimos, arrepiámo-nos e sentimos saudades de tantas coisas que aqui estão tão bem representadas e queremos voltar a viver, sem máscara e com muito pouco distanciamento social. Foi filmado em Portugal e mostra-nos de forma muito clara que a nossa cultura e gastronomia são de facto únicas e têm um calor muito especial. É, por tudo isto, de visualização obrigatória para todos!

A DESCOBERTA

O mau dos algoritmos das redes sociais é que nos levam até sítios que não pedimos para visitar. Mas curiosamente este é também um dos pontos mais positivos desta realidade digital: por vezes chegamos a sítios onde queríamos chegar… só que não sabíamos! Um dos elementos da nossa equipa estava numa viagem nocturna pelo YouTube, a ver reviews de restaurantes icónicos, até que surgiu, recomendado, um vídeo com um episódio inteiro do programa “Parts Unknown” (24 Kitchen), do enorme Anthony Bourdain, sobre… a Invicta, o grande Porto!

Não queremos ser demasiado spoilers porque insistimos genuinamente em que vejam tudo. E se possível numa sala com todas as luzes apagadas e com o som bem alto – todos os sons são ouro: a música, as conversas cruas e genuínas com pessoas locais e até alguns barulhos de fundo que temos a certeza que, neste momento em que vos escrevemos, são inesperados desse lado. Apesar de serem clássicos da cultura mais tradicional portuguesa (quando chegar o momento, perceberão quais são estes sons!).

Vale meeeesmo a pena ver e ouvir bem. E podem fazê-lo clicando aqui!

CONTINUAR A DESCOBRIR O MUNDO

… Escusado será dizer que depois de ver este episódio, outros idênticos se seguiram. Entre o “No Reservations” – programa pelo qual Bourdain foi sempre mais conhecido – e este “Parts Unknown”, podemos dar praticamente uma volta ao mundo sem sair do lugar: desde a Irlanda ao Paraguai, passando pelo Sri Lanka, Japão ou Nova Iorque.

Créditos: CNN

Nesta altura em que queremos tanto viajar e não podemos/devemos… pode ser uma boa forma de nos sentirmos longe de casa. E quando a fome e o apetite apertarem, marquem um restaurante e, com todo o cuidado, voltem à experiência de viajar por todos os sentidos através de um prato.