Delonte West é o nome que está nas bocas do mundo e não pelos melhores motivos. É a prova de que nem todos os que passam pelo mais alto nível do desporto têm a mesma vida luxuosa e despreocupada até ao fim. Depois de ter, durante anos, amealhado muitos milhões de dólares, foi há uns dias encontrado numa rua em Dallas a pedir dinheiro num semáforo. Felizmente já muitas figuras públicas de topo se pronunciaram e há uma que está mesmo disposta a ir mais longe para ajudá-lo!

Tem 37 anos e no currículo passagens na NBA pelos Boston Celtics, Cleveland Cavaliers, Seattle SuperSonics e pelos Dallas Mavericks (último clube que representou ao mais alto nível, até à época 2011-2012). E apesar de alegadamente ter ganhado, ao longo de todas as épocas no patamar mais alto da mais competitiva e rica liga de basquetebol mundial, cerca de 16 milhões de euros, vive agora uma situação dramática.

Problemas psicológicos e toxicodependência são alguns dos motivos que a originam e apesar de a situação já ter sido conhecida há mais tempo, estas novas imagens vieram demonstrar que claramente precisa de ajuda para ultrapassá-la.

DEPOIS DE LEBRON JAMES, UM TUBARÃO!

Créditos: Twitter/AP

Nos últimos meses já LeBron James tinha garantido que iria “gastar o que fosse preciso para ajudar Delonte”. E hoje chegam notícias de que Mark Cuban, proprietário dos Dallas Mavericks (já o era quando West lá jogou) e mais conhecido por ser um dos tubarões do programa televisivo norte-americano “Shark Tank”, já se chegou à frente e começou a ajudar: encontrou o seu ex-jogador na rua e levou-o até um hotel, um primeiro passo para que a recuperação possa começar. O passo seguinte, segundo o próprio Cuban, será convencer Delonte West a iniciar um processo de reabilitação – igualmente pago pelo carismático dono dos Mavs.

É mais um caso que nos prova que nem tudo no desporto é cor-de-rosa. Nem mesmo quando se ganha muito, muito dinheiro.