É muito mais do que um ex-jogador de futebol que passou por dois dos maiores clubes do mundo. David Beckham, ou Becks para os amigos, é neste momento um empresário de sucesso: é dono de um clube de futebol e tem parcerias muito especiais com algumas marcas, representando-as. A Tudor é uma dessas marcas e no nosso entender acaba por ser uma relação perfeita… e que as vendas aprovam!

Não é mentira se dissermos que David Beckham é “o” exemplo perfeito do futebolista que, depois de terminar a carreira nos relvados, conseguiu manter toda a relevância que construíu enquanto personalidade. E a fasquia já estava bem alta: jogou no Manchester United, no Real Madrid e casou com uma ex-spice girl – uma combinação explosiva e que, aliada ao seu físico invejável, o tornou num ícone de lifestyle.

Hoje em dia, já com 45 anos de idade, continua a ter no desporto uma das vertentes principais da sua vida profissional – sendo um dos donos do recém criado “Inter Miami”, que joga na principal liga de futebol (ou soccer, como se diz por lá) dos Estados Unidos. Mas na verdade é a publicidade que o tem trazido aos nossos olhos, tendo-se associado a várias marcas dos mais variados segmentos, dando a cara tanto pela roupa relativamente universal da H&M como pelos relógios de luxo da Tudor. E neste último caso, acreditamos piamente que os valores e valências de ambos os lados estão conjugados na perfeição!

TUDOR VS ROLEX

Já aqui temos falado muito da Rolex, provavelmente a mais icónica e universalmente reconhecida marca de relógios suíços de luxo. E com todo o mérito! Aquilo que nem tanto se sabe é que a Tudor – que também cria relógios mecânicos de luxo – pertence efectivamente aos donos da Rolex. Isto significa que grande parte da qualidade que encontramos num Rolex, também vamos encontrar num Tudor… e a um preço muito inferior.

Criada e registada em 1926 pelo Sr. Hans Wilsdorf (também criador da Rolex), a Tudor teve sempre no seu ADN três elementos fundamentais: a qualidade, a robustez e acessibilidade – permitindo que uma maior quantidade de pessoas pudesse ter acesso a um relógio que, em muitos detalhes, tinha a qualidade de um Rolex.

A RELAÇÃO PERFEITA

Voltando a David Beckham: esta relação perfeita só o é porque os valores fundamentais da marca combinam na perfeição com o que significa David Beckham – uma personalidade reconhecida pelo seu talento, pela capacidade de se manter relevante ao longo de tantos anos e muito abrangente, que diríamos até que é quase democraticamente aceite como exemplar.

Beckham e a Tudor começaram a colaborar em 2017 e desde então é frequente vermos os relógios da marca em vários posts na sua conta oficial de Instagram. Quer em momento de campanha por parte da marca, quer aquando de lançamento de novos modelos, tem sido ele um dos primeiros a mostrar ao mundo o melhor que a Tudor tem. Podemos por isso ver, em vários posts com abordagens diferentes, como esta relação se materializa. Estes são apenas alguns dos melhores exemplos:

O mais recente dos sucessos foi o lançamento do novo Tudor BB58 azul. Foi no pulso do inglês que vimos o relógio pela primeira vez a ser utilizado e o lançamento conquistou definitivamente o seu espaço no mercado. Ao ponto de, nos primeiros meses, se ter tornado quase impossível entrar numa loja e experimentar um ao vivo.