É um daqueles programas que foi merecendo um lugar na nossa memória colectiva e um dos poucos que tem resistido ao passar dos anos (estreou em 2004). O confinamento chegou a pôr em causa o seu regresso mas o desejo de continuar a mudar vidas falou mais alto e o “Querido” surge assim para, pelo menos, mais uma nova temporada. A grande novidade é, claro, o novo apresentador, João Montez. Vamos espreitar como foi o primeiro episódio?!

NOVA TEMPORADA COM BATERIAS CARREGADAS

A partir do momento em que o nosso João Montez foi escolhido para ser o novo apresentador do programa, decidimos que íamos acompanhar bem de perto esta nova temporada que tem tanto de especial – para além do novo apresentador, sente-se claramente em todos os momentos de bastidores que a equipa está incrivelmente entusiasmada, preparada para compensar todos os meses em que foram impedidos por uma pandemia de fazer o que mais gostam: mudar espaços para marcar vidas.

Este primeiro episódio, centrado na Casa de Repouso Varandas da Malveira, não foi escolhido ao acaso para iniciar a temporada e conta-nos uma história capaz de comover qualquer um, sobretudo nos momentos em que vivemos: como um espaço de convívio pode significar tanto para um grupo de pessoas muitas vezes subvalorizado mas que merece tudo de bom. A candidatura já havia sido feita há muito tempo e pela mão da jovem Sandrina Queiroz, animadora socio-cultural da instituição, e não foi esquecida pela equipa do programa – que mal a viu, percebeu “este temos que fazer”!

MÃOS À OBRA: AS HABITUAIS E AS NOVAS!

Um dos segredos do “Querido mudei a casa” ao longo dos anos tem sido claramente a equipa. E por equipa, entenda-se toda a equipa de produção, passando pelas equipas de obra, decoradores e apresentadores. Todos sem excepção! Em convivência com eles percebemos muito facilmente que “união” é a palavra preferida de todos: é uma família que se entre-ajuda  quaisquer que sejam as circunstâncias – muitas vezes já cansados depois de muitas horas de trabalho ou então a lutar para cumprir o prazo para acabar a obra.

Quer nos bastidores quer no resultado final deste primeiro programa podemos ver exactamente isso na forma como o João Montez foi recebido e como a interacção entre todos eles é genuína e fluída. E por todos eles… falamos de caras que nos são familiaries e que adoramos que continuem juntos: a decoradora Ana Antunes e os carismáticos João Benedito e Carlos Vicente, entre outros. Mas desenganem-se se pensam que não há caras novas – há e são promissoras!

O ESPAÇO

O sonho da Sandrina, que submeteu a candidatura, era conseguir transformar uma zona de arrumos da Casa de Repouso Varandas da Malveira num espaço de convívio confortável e que esteticamente transportasse os seus ocupantes para as suas memórias mais puras e bonitas. A decoração escolhida remete para um ambiente neutro e colonial e reforça a vista espectacular que o espaço tem para a serra da Malveira.

Este é mesmo um daqueles casos em que a comparação entre o “antes” e o “depois” é maravilhosa. E confirmamos que, tal como é anunciado, esta obra foi feita apenas em 48 horas!

O FEEDBACK

Por tudo o que por lá vimos, na primeira pessoa (e com toda a segurança, diga-se), alegra-nos especialmente ver o feedback muito positivo do público a este primeiro programa: que deixa clara a incrível sensibilidade por parte da produção e a emoção enorme que foi sentida por todos os que habitam naquela Casa de Repouso e que, agora, têm um espaço de lazer à medida do que merecem. Se ainda não viram, puxem atrás e vejam, porque estas pessoas merecem.