É curioso perceber como podem ser tão diferentes os percursos das grandes figuras do futebol depois de pendurarem as botas. Neste texto decidimos falar de três nomes conhecidos de todos nós, da mesma geração, e com experiências bem distintas nesta nova fase das suas vidas. O que fazem agora e a forma física são os principais factores diferenciadores que vale a pena espreitar!

DA MAGIA À REALIDADE

Todos aqueles que encaram o futebol como uma paixão do dia-a-dia, têm certamente guardados na sua memória momentos de magia pura levados a cabo por cada um destes craques. Quer seja aquele livre batido ao ângulo, aquele slalom entre defesas antes do toque final para levar a bola até às redes ou mesmo aquele passe a 30 metros que desfez a organização da equipa contrária. Falamos de três jogadores que marcaram a sua geração não só pelo talento individual mas também pela forma como integraram equipas que, em diferentes momentos, estiveram no topo a conquistar os títulos mais importantes.

No início da semana vimos uma imagem no Instagram (e que partilhamos mais abaixo), que nos aguçou a curiosidade e nos levou a investigar para percebermos se afinal as suas vidas, agora que já só jogam futebol com os amigos, são assim tão diferentes do que eram ou não. E as conclusões são no mínimo… curiosas!

RONALDO -- “FENÓMENO”

O final da sua carreira – que infelizmente foi muito afectada pelas gravíssimas lesões que teve – ficou muito marcado por razões totalmente extra-futebol e que causaram inclusivamente um rompimento do contracto vitalício que tinha com a Nike, entre outras perdas no que toca à sua imagem. Mas hoje em dia, muitos anos depois das polémicas, Ronaldo parece totalmente reerguido e decidiu investir precisamente no futebol. Actualmente é um dos donos e inclusivamente o Presidente do Real Valladolid, clube recém-promovido à primeira divisão espanhola.

Este investimento ter-lhe-à custado cerca de 30 milhões de euros o melhor, aos nosso olhos, é que o recolocou onde deve estar: no mundo do futebol, a lutar para atingir objectivos para os quais se trabalha dentro das quatro linhas!

DAVID BECKHAM – “BECKS”

Ainda há bem pouco tempo falámos dele. Admitimos que é uma das nossas referências porque combina tudo o que o Pela Fechadura é: Lifestyle, Desporto e Entretenimento. Depois da brilhante carreira no Manchester United, Beckham seguiu para o Real Madrid – onde integrou com Figo, Zidane e Ronald (entre outros) a famosa equipa dos “Galácticos” – e acabou por finalizar a carreira na MLS, dos Estados Unidos, tendo sido o primeiro grande da sua geração a pisar os relvados norte-americanos.

Hoje em dia, mantém-se ligado ao futebol na mesma medida de Ronaldo. É dono do recém-criado Inter Miami FC e já fez notar a sua influência, tendo contratado no início desta época os internacionais pelas suas selecções Blaise Matuidi e Gonzalo Higuaín – ambos ex-Juventus.

Para além do futebol, Beckham continua a ser uma das figuras públicas mais desejadas pelas grandes marcas do sector da moda, cosmética e produtos de luxo. A sua parceria com a Tudor fascina-nos mas também já fez anúncios para a H&M dignos de filme de Hollywood.

CLARENCE SEEDORF – “IL PROFESSORE”

Foi dele que vimos no início da semana uma fotografia que nos ficou na cabeça e que levou a que escrevêssemos este texto. Clarence Seedorf, ao contrário de muitos outros, tem uma vida muito discreta e longe dos holofotes da ribalta – e até mesmo a sua presença nas redes sociais é muito low profile.

O que sabemos dele é que é treinador e que já passou pelo seu A.C Milan (clube onde esteve enquanto jogador durante 10 anos), Shenzhen FC, Deportivo La Coruña e pela selecção nacional dos Camarões. Para já está parado, mas só mesmo no que toca ao treino. Porque fisicamente, Seedorf continua a ser um exemplo de força e disciplina mesmo aos 44 anos e 6 anos depois de deixar de jogar futebol profissional…