Este thriller que parece ter tudo para se tornar numa das séries do ano, está a dar que falar a vários níveis. Os protagonistas são inesperados e a história agarra-nos logo de uma maneira impressionante no primeiro episódio – ao ponto de ser impossível acabarmos de o ver e não começarmos a formular teorias da conspiração com base no que vimos e no que não vimos…!

“The Undoing” apareceu-nos assim de forma quase surpreendente, sem ter havido muito buzz em torno das filmagens ou da escolha dos protagonistas. Mas o que é certo é que, desde que foi anunciado o lançamento, a HBO tem apostado forte na sua comunicação – quer no digital quer em campanhas de exterior, que podemos ver pelas ruas do país fora. E para dizer a verdade, compreendemos o porquê da aposta: Nicole Kidman e Hugh Grant são dois nomes de peso da elite do cinema e só o facto de estarem juntos a fazer esta série acaba por ser motivo para lhe dar uma hipótese.

A história é adaptada do romance You Should Have Known, de Jean Korelitz, e é contada sob a forma de um thriller psicológico que gravita em torno de um homicídio que acontece logo no primeiro episódio – mas sobre o qual não sabemos praticamente nada.

Um dos motivos que nos levou a ficar quase instantaneamente interessados foi o facto de, por ser uma mini-série com apenas seis episódios, não ter havido aquele período inicial só de contextualização, que tantas séries têm. Aqui vamos directos ao assunto mas, na verdade, com muito poucas certezas sobre o que está a acontecer.

AS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO

Se por um lado odiamos ter de esperar por um novo episódio a cada semana (neste momento já estão disponíveis os três primeiros, sendo que o terceiro foi lançado esta manhã), por outro isso dá-nos tempo para pensar no que está a acontecer e tentar descobrir o que é que nos está a escapar. Porque a essência da série parece ser mesmo essa: fazer-nos tentar perceber o que não nos estão a mostrar.

Deste lado da Fechadura, e sem ser muito spoiler, dizemos apenas que nos parece demasiado óbvio que seja ele e que a nossa intuição nos diz que alguns planos do avô, nestes primeiros dois episódios, nos pareceram carregados de mistério. Para além de estarmos a falar de um peso pesado… Mr. Donald Sutherland!

Agora desculpem que temos algo muito importante para ir tratar: ver o terceiro episódio e perceber se nos deixam escapar alguma coisa sobre estas nossas teorias…!