O turismo tem sido, nos últimos anos, uma aposta forte do nosso país – e a nossa hospitalidade, clima, história e cultura são hoje, mais do que nunca, valorizadas pelo resto do mundo fora. Mas este prémio diz-nos mais do que isso: prova-nos, mais uma vez, que na produção audiovisual também temos capacidade para brilhar entre os melhores!

“YOU ONLY LOVE ONCE”

É este o título do filme que venceu o “óscar” dos filmes de turismo. Idealizado e escrito por Frederico Pombares, realizado por Telmo Martins e produzido pela “Lobby Films Advertising”, conta-nos em doze minutos a história vivida por um casal, em tempos diferentes, no Vidamar -- um resort de cinco estrelas algarvio.

Com 47 votos (mais 13 que o segundo classificado), este filme sagrou-se assim vencedor do prémio mais relevante no panorama dos filmes de turismo, acumulando esse galardão com outros nove que já tinha recebido e que vieram de partes tão distintas do globo como Japão, Berlim ou Varsóvia, entre outras.

Apesar de todos os elementos que compõem um filme funcionarem como um todo, não há, neste caso, como não destacar a ideia e o guião: este não é só um filme promocional com história, porque a história vale por si só.

Aquilo que nos aconteceu, enquanto víamos o filme, foi ficarmos cada vez mais presos à narrativa a cada segundo que passava, sobretudo a tentar descodificar o que estava a acontecer e em que direcção seguia a história de cada uma das personagens centrais. Tudo isto ao mesmo tempo que íamos vendo, associados a momentos de grande carga emocional (o que não é hábito em filmes puramente promocionais), os mais variados espaços deste resort, como a apelativa zona da piscina exterior, os sofisticados restaurantes ou a simples mas perfeita passadeira de madeira que leva os hóspedes directamente até à praia.

É por isso impossível dissociar tudo o que gostámos neste filme da ideia e escrita de Frederico Pombares, um dos melhores argumentistas do nosso país -- e que é parte essencial de alguns dos projectos com maior sucesso mediático dos últimos dez anos como o “Último a Sair”, o “Levanta-te e Ri”, o “Telerural” e mais recentemente, ainda no ar, o “Terra Nossa”.

Bravo!

Créditos: Instagram -- @pombares