O ano de 1996 deu-nos, a todos os que nasceram perto do ano de 1990, um filme especial e que se viria a tornar de culto durante muitos e bons anos. Space Jam, que nos fascinou por misturar a realidade e a ficção, com filmagens reais e uma grande dose de desenho animado, está de volta. E desta vez não é Michael Jordan o humano-herói que perde os poderes mágicos que na realidade tinha, mas sim LeBron James que, para recuperar o filho, vai viver uma verdadeira odisseia.

Há muito que esperávamos por este momento! Finalmente já foram reveladas as primeiras imagens do novo Space Jam, que se chamará Space Jam: A New Legacy. Uma grande versão do trailer foi publicada pelo próprio LeBron James na sua conta de Instagram, assim como pela Warner Brothers no seu canal de YouTube. Nele podemos ver que, apesar de ser outra história, a matriz de sucesso do Space Jam original parece estar toda lá! E que haverá novamente um duelo de titãs, neste caso entre a Tune squad e a Goon squad

A história é relacionável e promete: apesar de terem a melhor das intenções, muitas vezes os pais insistem em empurrar os filhos para caminhos em que eles acreditam, ficando para trás a vontade própria dos mais novos. Aqui, é o filho de LeBron que parece não estar muito focado em ter uma carreira como a do pai, um dos melhores basquetebolistas de sempre.

Para além da prometedora presença de Don Cheadle no elenco, no papel de Al-G Rhythm, haverá muitas vozes que darão vida aos personagens do filme -- de entre as quais acaba de ser desvendada uma que está a provocar furor: Zendaya vai dar a voz e a alma à encantadora e marcante Lola Bunny.

Créditos: John Salangsang/Shutterstock

A partilha de LeBron no Instagram foi feita no sábado e à data em que escrevemos este texto, já conta com praticamente 9 milhões de visualizações. Mais do que as que tem o vídeo publicado pela produtora no seu canal de YouTube, que costuma ser o veiculo mais natural de promoção destes conteúdos!

O mês de julho trará a estreia internacional deste novo Space Jam que, apostamos nós, terá uma procura enorme, caso a pandemia assim o permita. Deste lado esperamos que sim, porque estamos sedentos de nos sentarmos numa sala de cinema e sermos completamente absorvidos para a realidade e ambiente de um filme. Seja ele um incrível drama ou uma divertida comédia.