O NOVO FILME QUE “JUNTA” NICOLAS CAGE A QUENTIN TARANTINO

São duas personagens famosas de Hollywood, daquelas que abrilhantam a indústria com as suas performances mas que também alimentam o lado mais gossip do cinema norte-americano. Desta vez estão virtualmente juntos naquilo que muitos anteveem como um filme totalmente diferenciado e que certamente vai dar que falar, no qual Nicolas Cage interpreta um papel especialmente fácil. Ou será difícil…?!

Segundo o The Hollywood Reporter, um dos mais “próximos” meios de comunicação da indústria de Hollywood, neste novo filme que tem como nome The Unbearable Weight of Massive Talent, Nicolas Cage surge desesperado por ter um papel num novo filme de Quentin Tarantino e em em conflito com o seu “eu” dos anos 90. Sim, não me enganei, o filme é mesmo sobre Nicolas Cage e, guess what, o actor que o vai interpretar é… o próprio. As negociações com a Lionsgate – uma das grandes plataformas de produção e distribuição de conteúdos no mundo inteiro – parecem já estar muito adiantadas e a expectativa é que seja uma das melhores prestações de Nicolas Cage desde… os anos 90, precisamente 🙂

Alegadamente o guião será pouco convencional e andará em torno de um Nicolas Cage desacreditado por si próprio, com dificuldades no plano familiar e também com dívidas que o levam a fazer coisas que no seu auge nunca faria. A partir daí haverá muita acção (típica dos grandes filmes do actor) e está também no ar a possibilidade de haver momentos que remetem para algumas das mais conceituadas prestações de Cage: Leaving Las Vegas, Face off e 60 Seconds (um dos meus preferidos dele!!). Tom Gormican e Kevin Etten são os responsáveis pela escrita do filme e Gormican está mesmo na calha para ser o realizador. Segundo consta bastaram apenas algumas semanas após o convite para que Nicolas Cage aceitasse negociar para tornar este filme realidade: no entender de todos os envolvidos esta obra tem como objectivo ser uma homenagem ao trabalho de Cage.

Depois destas três prestações memoráveis que já mencionei (entre 1995 e 2000) já participou em mais de 50 (!!) filmes mas nenhum teve um impacto sequer semelhante. Os críticos apontam as “más” escolhas do actor como um dos factores principais para que isto tenha acontecido e a verdade é que esta é uma boa oportunidade para que Nicolas Cage volte à ribalta.

Ainda não há data de lançamento prevista mas o que é certo é que mal estreie no cinema… podem contar comigo! 🙂

JM.