OS MEUS FAVORITOS PARA OS ÓSCARES!

A grande noite da cerimónia de entrega dos Óscares é já amanhã! Para mim é uma noite sempre muito especial, que faço questão de não perder. Não tanto pelo glamour da passadeira vermelha mas sim pela cerimónia em si e também pela curiosidade que tenho em perceber se os meus favoritos serão os grandes vencedores. E este ano, por mais surpreendente que seja, são estes…!

Para muitos dos amantes de cinema os Óscares são “a” cerimónia de referência. Mas para quem também é um verdadeiro amante de entretenimento, como eu, é uma noite ainda mais especial. Os Óscares são uma produção sem paralelo, em que tudo é meticulosamente estudado e trabalhado até ao resultado final que podemos ver. São meses de preparação de guiões, conteúdos audiovisuais e actuações ao vivo. E até os envelopes com os nomes dos vencedores são guardados e transportados por empresas especializadas em consultoria e dentro de malas fechadas. Tudo isto faz com que seja um momento de entretenimento único e… épico. Maaaaaas, e porque há quase sempre um mas, confesso que este ano não estou a sentir tudo tão à flor da pele. Primeiro por toda a polémica que fez com que Kevin Hart recusasse ser o apresentador depois de já ter aceitado e depois pelo anúncio (entretanto revertido e bem!!!) de que os Óscares de algumas categorias supostamente menos interessantes não seriam apresentados durante a gala mas sim nos intervalos. Shame on you Academy!

Quanto aos filmes que este ano mereceram nomeações, não sinto que haja nenhuma injustiça fora do normal. O tema do racismo volta a ser predominante, embora abordado de diferentes formas: BlacKkKansman, Green Book, If Beale Street Could Talk, entre outros. E a grande surpresa é mesmo a nomeação de Black Panther, filme produzido pela Marvel, para melhor filme. Mentiria se vos dissesse que gostei igualmente de todos… e claro que vou torcer por algumas vitórias. Falemos então dos meus favoritos! 🙂

Melhor filme: Acredito que possa ser surpreendente, mas entre estes que estão nomeados o que mais gostei foi claramente “VICE”. Pela sua lógica estrutural, construção de enredo e edição, juntando ainda a estes factores duas grandes interpretações – principalmente Cristian Bale mas também Amy Adams. No entanto se me perguntarem qual acho que ganhará… digo “Roma”.

Melhor actor principal: Nesta categoria, provavelmente aquela em que os nomeados têm probabilidades de ganhar mais equilibradas, o meu voto seria para Cristian Bale. Pela sua capacidade de metamorfose que nos faz esquecer durante todo o filme que o actor que está dentro daquele corpo, olhar e voz é ele mesmo. Incrível! Dos restantes nomeados acredito que Rami Malek também tenha grandes hipóteses de vencer.

Melhor actriz principal: Apesar de ter gostado bastante da enorme surpresa (pela positiva) que foi Lady Gaga no papel de “Ally” e da ultra-realista – de tão fria como quente – Yalitza Aparício enquanto “Cleo”, nenhuma delas me convenceu de forma inquestionável. Quem o conseguiu foi Glenn Close com uma incrível prestação em “The Wife” – protagonizando uma mulher que apesar do seu talento inegável vive na sombra do seu marido. Acredito também que a relevância do tema nos dias de hoje a empurre para o Óscar.

Melhor realizador: A-D-A-M M-C-K-A-Y. O seu trabalho, completamente diferente de tudo o resto que vi nos filmes deste ano, fez com que um filme com um tema à partida menos relacionável nos dias de hoje face aos restantes, me tocasse como nenhum outro tocou. Na sala de cinema, a ver este filme, fiquei perplexo, ri-me, fiquei curioso, com raiva, e muitos outros sentimentos e emoções. Five stars for him! Se é o principal favorito a ganhar? Não me parece. Alfonso Cuarón deverá ser o premiado…

Dito tudo isto, agora só nos resta esperar e…desfrutar! Ah, e se ainda não viram todos os nomeados para “melhor filme”, têm a partir de agora a última oportunidade para uma maratona até às 23:00 😉

JM