TREINAR NA PRAIA: BIG YES!

Cada vez mais me convenço de que praticamente todos os sítios são bons para fazer algum exercício físico. E aquilo que realmente influencia a qualidade do treino é mesmo a nossa vontade. Para mim treinar é terapêutico e por isso nada me impede de manter essa rotina… nem mesmo o Verão! Porque não aproveitar uma parte de um dia de praia para um treininho rápido?!

Mais do que somente manter a linha, o exercício físico é fundamental para a saúde e bem-estar do nosso corpo. E é apenas uma questão de insistência até passar de um sacrifício a um momento positivo no dia! Literalmente a primeira coisa que penso cada vez que me preparo para treinar é: “vou sentir-me tão bem no fim!” É aquela sensação de cansaço físico mas leveza de espírito, sabem? 😉

NAS FÉRIAS TAMBÉM VALE…

O Verão não pode ser desculpa para deixar de treinar! Pelo contrário, há muito mais oportunidades para fazer treinos diferentes e estimulantes do que no dia-a-dia, dentro da rotina de casa-trabalho e trabalho-casa. A meu ver, a praia é a chave deste tema! Porque nos abre muitas possibilidades: dentro ou fora de água, desporto individual ou colectivo, alta intensidade ou baixa, entre muitas outras. Pensando em treinos que não exijam muito equipamento (porque infelizmente não andamos todos com um kettleball no porta bagagens do carro) aqui ficam dois planos simples e completamente diferentes para fazerem!

TREINO 1

Neste treino vão precisar de vocês próprios apenas! Começam com uma pequena corrida na areia molhada a um ritmo moderado ou com um bom aquecimento localizado: dos pés até às mãos, sem saltar nenhuma etapa. Um bom aquecimento é o segredo para não haver lesões e é isso que nós queremos 🙂

Depois do aquecimento feito, vamos fazer quatro exercícios:

Na areia:

1- Flexões – quem tiver muita dificuldade pode apoiar os joelhos no chão. Mas só se tiverem muita dificuldade mesmo… porque o ideal é fazer sem esta ajuda e sentirem um esforçozinho muscular… é bom sinal! 😉

2- Abdominais com os pés “presos” – não precisam de levar a cabeça até aos joelhos, basta ficarem a meio caminho;

3- Burpees – ok, para quem não conhece aqui fica um vídeo que explica muito bem como fazer burpees. É um exercício exigente mas muito proveitoso, que trabalha braços, costas, peito, glúteos……. ainda precisam que continue a convencer-vos? 😉

…No mar!

4- A clássica “tesoura” – Com a água no máximo pela cintura, saltar abrindo as pernas ao mesmo tempo que se abrem os braços. Sempre a abrir e fechar como se fosse… uma tesoura!

No mínimo aconselho duas séries de cada um destes exercícios e o número de repetições a fazer em cada uma delas deve situar-se entre as 10 (pouco hábito de exercício físico) e as 20 (exercício físico frequente).

TREINO 2

Idealmente este treino não é uma alternativa ao primeiro… mas sim um extra! Mais focado na vertente cardiovascular e não tanto na força, a ideia é simples: juntem-se a amigos ou mesmo até desconhecidos numa partida de futebol ou vólei de praia. A diversão é garantida e o exercício também!! Se estas duas hipóteses são demais para vocês… também as clássicas “raquetes” podem dar uma ajuda – mas eiii, nada de molengar, é para mexer à séria! 🙂

A maior vantagem de todas de treinar na praia? Terminar tudo com um mergulho no mar. Priceless! 😉

JM.

PS: Não se esqueçam do protector solar, principalmente às horas de maior calor!