UM PARAÍSO ESCONDIDO!

Na última semana consegui ter alguns dias completamente offline – confesso que são uma raridade nos dias que correm e, por isso, valorizo-os muito! A agenda quase nunca os permite e para que aconteçam também preciso de estar na companhia certa, sem tempo contado e sem as rotinas do dia-a-dia. Com a Inês no Vila Monte Farm House consegui ter tudo isto e foi… muito, muito bom!

COMO DESCOBRI ESTE HOTEL

Não está colado às praias incríveis do Algarve, nem sequer está dentro dos grandes centros de cidade com os bares e discotecas que animam a noite nesta zona do país. E aí começa a diferença do Vila Monte Farm House – não é um hotel típico do Algarve e ainda bem! Bem perto de Moncarapacho, é um verdadeiro paraíso escondido. O local perfeito para fazer reset… em grande estilo 😉

Pesquisámos por hotéis para passar uns dias no Algarve mas desta vez queríamos mesmo algo diferente. E acabou por ser fácil escolher! Mal nos cruzámos com fotografias do Vila Monte ficámos entusiasmados. Com uma expectativa tão alta à partida às vezes as desilusões acontecem… mas não é mesmo esse o caso. Ficámos completamente fãs do espaço, que mistura um enorme conforto com toda a Natureza envolvente.

EXPERIÊNCIAS QUE FICAM PARA SEMPRE!

Para além do espaço e da simpatia de todos os que lá trabalham, também as várias experiências que proporcionam dentro do Hotel nos seduziram! E apesar de ser a nossa primeira vez lá, resolvemos antecipar-nos e quando chegámos já tínhamos todos esses extra marcados. Para começar em beleza fizemos um passeio de Catamaran pela Ria Formosa. Mas não pensem que foi um passeio qualquer!! Passámos pelas principais ilhas (da Culatra e do Farol) antes de chegar ao nosso destino, a ilha Deserta. Para além da beleza da praia nesta ilha, prepararam-nos também um cesto com tuuuudo o que precisávamos para o piquenique mais épico de sempre: desde todo o tipo de marisco a um bom champanhe, entre muitas outras coisas. Combinámos uma hora para nos irem buscar no final do dia e, de repente, estávamos sozinhos na ilha com este cenário perfeito montado. Foi um fim de tarde inesquecível 😊

O segundo dia, aquele em que tínhamos concentrado mais experiências, começou logo da melhor maneira – com um pequeno-almoço incrível no “Laranjal”, uma das salas do Hotel. De seguida fizemos um workshop de super-alimentos algarvios com amêndoa ralada, mel, canela, erva doce e alfarroba (anotem!). Tudo misturado?! Eis uma bolinha energética para o que der e vier, no vosso dia. Explorámos todos estes produtos e no fim, ao que restou da amêndoa, juntámos água e fizemos um delicioso leite de amêndoa. Foi muito interessante porque, apesar de eu já ser um adepto incontornável deste tipo de alimentação, este workshop mostrou-nos que com os produtos que abundam naquela zona conseguimos fazer muitas coisas capazes de deixar água na boca!

Relaxámos, lemos e mergulhámos na piscina. E quando reparámos nas horas, era tempo de almoçar. Já nos tinham aconselhado o restaurante deles, “À Terra”, e como estava a correr tudo tão bem, nem pestanejámos. E mais uma vez… foi óptimo!

À tarde houve tempo para outro workshop, desta vez de Aromaterapia – que basicamente consiste na exploração e mistura de cheiros para efeito medicinal. Adorámos o conceito! E acabámos com uma massagem esfoliante feita com sal grosso, alfazema e óleo de amêndoa doce. Nunca tínhamos ido tão relaxados para um jantar! A convite do Chef jantámos na Torre do Hotel e mais uma vez… tudo estava óptimo. Começámos com pão, queijos, patê de azeitona e polvo. E para finalizar o Chef preparou-nos um ninho doce – com gelado e chocolate. Mas o que nos fez mesmo ganhar a noite foi um maravilhoso peixe ao sal, como só no Algarve se come!

Podia quase dizer que o dia estava a ser tão bom que acabámos nas nuvens. Mas na verdade não! Acabámos mesmo foi a ver estrelas com o Laurentino, que nos explicou tudo sobre o que estivemos a ver durante horas e horas em vários telescópios todos xpto! Uma experiência diferente e mais uma vez enriquecedora 😉

Já o terceiro dia foi programado para aproveitarmos o hotel sem grandes compromissos e com muita calma e boa onda! Logo de manhã fizemos um passeio a cavalo pela praia – que aconselhamos a toda a gente  m e s m o!

De seguida voltámos para o Vila Monte. O resto do dia foi passado entre a piscina e o restaurante, e já ao inicio da noite tivemos uma excelente conversa com o Leonel, o director do Hotel, que nos contou o que fez um francês como ele vir viver para Portugal e criar um espaço assim. Muito agradável mesmo!

Como tudo o que é bom acaba depressa, estava na hora de voltar a Lisboa. Viemos o caminho todo a falar sobre tudo o que lá fizemos e o quanto gostámos de lá estar. Claramente é uma experiência a repetir 🙂

JM