VOLTAR AOS ESTADOS UNIDOS POR UM DIA!

Se pudesse escolher um sítio para me teletransportar neste preciso momento… seria este! Venice Beach não é só um lugar bonito, é uma comunidade em que a cultura e a arte transpiram juntas na rua e que pode ser altamente estimulante para quem procura algo mais para além do “normal”. Foi lá que dei os primeiros passos na minha formação enquanto apresentador e actor e não esqueço tantos momentos inspiradores. Está na hora de recordar!

Quando comecei a planear o que ia visitar antes de começar o curso que fiz na New York Film Academy percebi que tinha muitas possibilidades para pouco tempo. Entre essas muitas, uma era precisamente Venice Beach. Li um pouco por todo o lado que era um sítio a não perder e que transmitia na perfeição a cultura de LA (Los Angeles). Na altura fiquei a pensar o que seria esta tal “cultura de LA”. Mas bastaram alguns minutos a passear por lá para perceber que o feeling era completamente diferente do de todos os sítios onde eu já tinha estado. Toda a gente para quem olhava parecia tão diferente e despreocupada. E isso começou a mexer comigo!

Quando em 2012 saí de Lisboa em direcção a Los Angeles levava muita vontade e um único objectivo: aprender ao máximo. Já seria de esperar que o curso me ensinasse muita coisa, mas o que não esperava era aprender tanto fora dele. Muita dessa aprendizagem a nível pessoal aconteceu pelo que vivi e conheci. E essas experiências foram todas inesquecíveis.

A minha primeira visita (de muuuitas ao longo de vários anos) a Venice Beach marcou-me porque foi aí que percebi: “Wow, vim para um sítio totalmente diferente daquilo a que estou habituado”. Lá, a cada passo que damos tropeçamos no talento de alguém – e tanto pode ser alguém a fazer uma performance perante um público atento como uma banca onde se vendem discos de vinyl transformados em vários objectos como caixas e cestos, por exemplo. Para além de todo este talento, respira-se desporto também! A toda a hora vemos pessoas a correr, outras nos jardins a fazer abdominais e claro os icónicos skate parks, em que há sempre um craque a deixar quem por lá passa com o queixo caído pelas manobras que consegue fazer. A cereja no topo do bolo é a praia mesmo ali ao lado, a passos de distância. Como costumo dizer… estar em Venice Beach é estar dentro de um filme… dos bons! 🙂

Um dos momentos em que mais penso é aquele em que, em 2012, encontrei a casa de Hank Moody, personagem interpretado por David Duchovny na série Californication. Tantas e tantas vezes vi a série em casa e pensei “onde será aquela casa?!” e agora estava ali… num sítio com o qual inconscientemente sonhava.

Este momento inspirou-me muito mais do que possam imaginar, e fez-me perceber que estar ali para cumprir o meu objectivo… era mesmo a coisa certa a fazer.

Entretanto já estive novamente em Venice e o sentimento mantém-se totalmente. Posso mesmo dizer que me sinto em casa e que tooodos os dias penso em… voltar! 🙂

O meu conselho é este: inspirem-se tanto quanto puderem com aquilo de que gostam. Um dia podem mesmo estar onde sempre sonharam 😉

JM.